Repetibilidade, número de colheitas e estabilidade fenotípica da produção de matérica seca e de características de qualidade de Panicum maximum jacq.

Francisco Duarte Fernandes, Gustavo José Braga, Allan Kardec Braga Ramos, Liana Jank, Marcelo Ayres Carvalho, Giovana Alcântara Maciel, Claudio Takao Karia, Carlos Eduardo Lazarini da Fonseca

Resumo


A seleção de genótipos superiores em forrageiras é feita para características agronômicas analisadas em medições repetidas no tempo. As questões estão relacionadas à repetibilidade do desempenho dos genótipos e ao número necessário de colheitas para selecionar aqueles superiores. Os objetivos foram estimar coeficientes de repetibilidade da produção de matéria seca (PMS) e de características de qualidade da forragem, a estabilidade fenotípica e o número de colheitas necessárias para uma seleção mais precisa. Dois experimentos em blocos casualizados com 24 genótipos cada um, submetidos a 12 e 16 colheitas, durante um período de dois e três anos, respectivamente, foram utilizados para o estudo. As estimativas de repetibilidade de PMS variaram de 0,42 a 0,55, sugerindo baixa herdabilidade. Os números de colheitas foram cinco e sete para 0,80 e 0,85 de acurácia, respectivamente. A inclusão das duas primeiras colheitas afeta negativamente as estimativas de PMS. A repetibilidade para as características de qualidade variou de 0,30 a 0,69, indicando baixa à moderada herdabilidade.

Palavras-chave


medidas repetidas; eficiência de seleção; eficácia de seleção

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Acta Scientiarum. Animal Sciences
 
Avenida Colombo, 5790
CEP 87020-900 - Maringá - PR
Tel: (+55 44) 3011-4253
Fax: (+55 44) 3011-4253
 
actaanim@uem.br
http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciAnimSci