Correlação entre o desempenho e o comportamento alimentar de cordeiros confinados recebendo dieta sem volumoso

Elves de Souza Cardoso, Hermógenes Almeida de Santana Júnior, Aracele Prates de Oliveira, Antônio Hosmylton Carvalho de Ferreira, Zeliana Fernandes de Oliveira, Tiago Brandão Freitas

Resumo


Objetivou-se estimar correlações entre desempenho e comportamento alimentar de cordeiros castrados da raça Santa Inês alimentados sem volumoso, com peso médio de 20± 1,8 kg e quatro meses de idade (± 0,34). O delineamento inteiramente casualizado foi adotado. As correlações foram obtidas pela análise de correlação linear de Pearson e o teste t, e processados no software SAS (versão 9.2). Os variáveis números de mastigações ruminação por bolo alimentar, número de bolo alimentar ruminado por dia, velocidade de mastigação, e número de bolo alimentar por dia foram positivamente correlacionados com a variação no peso corporal (p < 0,05). Para o número de bolo alimentar ruminado por dia, a correlação positiva foi encontrada com as variações de peso corporal. O peso corporal inicial e o final foram positivamente correlacionados com eficiências da alimentação e da ruminação do comportamento alimentar dos cordeiros, e com o tempo por período de alimentação e de outras atividades. O tempo de alimentação apresentou correlação positiva com a variação de peso corporal por dia e a variação relativa no peso corporal. O tempo de ruminação foi positivamente correlacionado com variáveis do desempenho. As correlações mostram que há influência entre comportamento alimentar e desempenho.

Palavras-chave


concentrado; ingestão; ganho de peso; ovinos

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Acta Scientiarum. Animal Sciences
 
Avenida Colombo, 5790
CEP 87020-900 - Maringá - PR
Tel: (+55 44) 3011-4253
Fax: (+55 44) 3011-4253
 
actaanim@uem.br
http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciAnimSci