Resposta de híbridos de milho ao uso de piraclostrobina na ausência de doenças

Pedro Vitor Schumacher, Marieli Rossato, Antônio Paulino da Costa Netto, Ana Claudia Alves D'Abadia, Edesio Filaho dos Reis

Resumo


Objetivando‑se avaliar o efeito da aplicação de piraclostrobina em diferentes épocas e combinações de aplicação em dois híbridos simples de milho cultivados na safra de verão, realizou‑se um experimento no município de Jataí, Goiás. Adotou‑se o delineamento de blocos ao acaso no esquema fatorial 2 x 9 (híbridos x aplicações de piraclostrobina), com 4 repetições. As aplicações foram realizadas em diferentes combinações de fungicidas: presença ou ausência de piraclostrobina + tiofanato metílico + fipronil (100 g i.a.100 kg semente‑1) no tratamento de sementes (V0) com‑ binado com a aplicação de piraclostrobina (150 g i.a.ha‑1) antes ou após a adubação de cobertura (V4 ou V6) combinado ou não com a aplicação de piraclostrobina + ciproconazole (137,25 g i.a.ha‑1) em pré‑pendoamento (VT) e uma testemunha (sem uso de piraclostrobina). Foram avaliados: atividade da enzima redutase do nitrato, índice de clorofila, altura de plantas, altura de inserção de espiga, diâmetro de colmo, porcentagem de folhas senescentes, severidade de Puccinia polysora Underw, massa de mil grãos, densidade e produtividade de grãos. Submeteram-se os dados ao teste F para verificação de significância; e para comparação de médias utilizou‑se o teste de Tukey, ambos a 5% de probabilidade. Para a maioria dos caracteres avaliados observou‑se diferença entre híbridos. Não foi observado efeito das aplicações de piraclostrobina e interação entre os fatores em questão. Conclui‑se que não há efeito benéfico ou deletério da aplicação de piraclostrobina em diferentes épocas e combinações de aplicação sobre os dois híbridos simples de milho cultivados na safra de verão.


Palavras-chave


efeito fisiológico; estrobilurina; redutase do nitrato; produtividade; Zeamays L.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1808-1657000362015

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Arquivos do Instituto Biológico
 
Governo do Estado de São Paulo
Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA)
Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 1252
CEP 04014-900 - São Paulo - SP
Tel (+55 11) 5087-1701