Neospora caninum: avaliação de anticorpos e problemas reprodutivos em vacas de corte até 60 dias de gestação

J. A. F. Leonel, V. F. Pereira, J. C. Benassi, M. Maturana Filho, T. W. P. Mineo, E. H. Madureira, T. M. F. S. Oliveira

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo identificar anticorpos anti-Neospora caninum em fêmeas bovinas da raça Nelore pelos métodos sorológicos de Imunoabsorbância Ligada a Enzima (ELISA) e Imunofluorescência Indireta (RIFI) e buscar associação entre a soropositividade e o histórico reprodutivo até 60 dias de gestação. Adicionalmente, nas amostras positivas foram realizados testes de ELISA-Avidez e ELISA para anticorpos anti-Toxoplama gondii. Para isto, foi constituído um banco de 375 amostras de soros, categorizados em três grupos, de acordo com o histórico reprodutivo de cada fêmea até os 60 dias após a Inseminação Artificial (I.A). Para a análise estatística utilizou-se o teste de Qui-Quadrado de Pearson (X²) e índice Kappa (k). Foram encontrados 8% (30/375) e 5,07% (19/375) de soros positivos para N. caninum pelo ELISA e RIFI, respectivamente, com o ELISA apresentando concordância alta com a RIFI (k = 0,67). A infecção encontrada nesse rebanho, revelado pelo ELISA-Avidez, foi considerada crônica. Nesse estudo, 9,08% das fêmeas soropositivas pela RIFI e 17,25% das fêmeas positivas pelo ELISA apresentaram algum problema reprodutivo. Entretanto, não foi encontrada associação significativa entre a soropositividade das vacas, com o retorno ao cio ou a ocorrência de aborto, observados até 60 dias de gestação (p>0,05). Não foi observado nenhum animal co-infectado por N. caninum e T. gondii.


Palavras-chave


abortamento; bovino; ELISA; Neospora caninum; neosporose; RIFI

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Ars Veterinaria
 
Faculdade de Ciencias Agrárias e Veterinárias, Campus de Jaboticabal-UNESP
Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellani km 5
CEP: 14884-900 - Jaboticabal - SP
Tel: (+55 16) 3209-2633