Avaliação da frequência cardíaca de cães expostos a diferentes objetos de enriquecimento ambiental – resultados preliminares

Tadeu Campioni Morone Cardoso, Andrea Roberto Bueno Ribeiro

Resumo


Cães são animais sociais e necessitam da convivência e interação em grupo, quando são privados destas necessidades muitos podem desenvolver desvios comportamentais. Desta forma o enriquecimento ambiental vem se mostrando uma importante ferramenta para promover estímulos no ambiente do animal, criando condições para o desenvolvimento das necessidades etológicas do animal. Desta forma, este estudo tem por objetivo avaliar por meio da frequência cardíaca a resposta de cães frente à exposição a diferentes objetos de enriquecimento ambiental. A frequência cardíaca de três cães mantidos em canil foi avaliada com o uso de frequencímetro cardíaco por três dias cada, antes e após a introdução de três objetos de enriquecimento ambiental - osso de plástico (OP), osso natural recheado com alimento para cães (OR) e brinquedo de borracha recheado com alimento para cães (BB). De acordo com a análise de variância foram encontrados efeitos significativos para animal e enriquecimento (P<0,001) mas não para a interação animal x enriquecimento ambiental (P>0,05), sendo que as maiores frequências foram observadas para os objetos recheados com alimento, todavia para OP os valores ficaram inferiores àqueles observados sem enriquecimento. Assim, os animais ficaram mais estimulados quando introduzidos aos objetos BB e OP.


Palavras-chave


bem estar; estímulo ambiental; indicadores fisiológicos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Atas de Saúde Ambiental - ASA
 
Faculdades Metropolitanas Unidas – FMU
Rua Ministro Nelson Hungria, 541 – Morumbi
CEP 05690-050 - São Paulo - SP
Tel (+55 11) 3758-3009 (Ramal: 3526)
 
asa.revista@gmail.com
http://www.revistaseletronicas.fmu.br/index.php/ASA