Avaliação do conhecimento de tutores de cães sobre leptospirose e uma reflexão sobre o papel do médico veterinário na educação sanitária

Tadeu Campioni Morone Cardoso, Paula Andrea de Santis Bastos

Resumo


O convívio entre homem e cão favorece a disseminação de zoonoses. Dentre elas, a leptospirose destaca-se no Brasil. Este trabalho teve como objetivo avaliar o conhecimento de tutores de cães sobre a doença, e indiretamente, avaliar se o médico veterinário informa aos tutores a profilaxia e controle desta zoonose e provocar, no meio médico veterinário, a discussão sobre o papel educador deste profissional. Para avaliar o conhecimento dos entrevistados utilizou-se um questionário. O total de 98% afirmou que ela representa risco ao homem e 51% acreditam que pode levar ao óbito. Apesar disto, muitas são as informações incorretas e confusas sobre o tema. Avaliando o conhecimento sobre as vias de transmissão e animais envolvidos, ocorre uma vinculação, somente, ao rato. Dos entrevistados, 72% desconheciam a possibilidade de contraírem a doença a partir do cão. Os dados apresentados suscitam a reflexão em relação ao papel do médico veterinário na educação sanitária da população.


Palavras-chave


educação sanitária; zoonoses; medicina veterinária

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Atas de Saúde Ambiental - ASA
 
Faculdades Metropolitanas Unidas – FMU
Rua Ministro Nelson Hungria, 541 – Morumbi
CEP 05690-050 - São Paulo - SP
Tel (+55 11) 3758-3009 (Ramal: 3526)
 
asa.revista@gmail.com
http://www.revistaseletronicas.fmu.br/index.php/ASA