Espécies alimentícias manejadas por caiçaras do Sertão do Ubatumirim (São Paulo), Sudeste do Brasil

Gabriela Silva Santa Rosa Macedo, Lin Chau Ming

Resumo


A ocupação do território por décadas reforça o peso histórico das reivindicações pelo uso dos recursos naturais e permanência territorial, o que revela a força da persistência cultural de populações locais. Procurou-se verificar como o sistema de manejo de espécies hortícolas alimentares interage dentro do universo de vida da população caiçara tendo em vista o cenário de conflito entre essa população e as Unidades de Conservação da localidade. Foram obtidos dados em campo por meio da observação participante e de questionários e entrevistas estruturadas e semiestruturadas. Concluiu-se que o sistema de conhecimentos, de crenças e de sentimentos dos agricultores caiçaras influencia o manejo das espécies alimentares e das paisagens, afetando diretamente a conservação de espécies de plantas e paisagens por essa população, ainda que haja pressão para substituições de técnicas e impedimentos legais.


Palavras-chave


bases conexivas; caiçaras; etnoecologia; manejo hortícolas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Bioikos
 
Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)
Núcleo de Editoração SBI
Avenida John Boyd Dunlop, s/n - Prédio de Odontologia
CEP 13060-904 - Campinas - SP
Tel (+55 19) 3343-6859
Fax (+55 19) 3343-6875
 
sbi.ne_biomed@puc-campinas.edu.br