Características microambientais de Spirogyra sp. em um ecossistema lótico

Susana Ferreira dos Santos, Rogério Antonio Krupek

Resumo


Avaliaram-se quais características ambientais determinam a abundância da macroalga bentônica Spirogyra sp. em um riacho no município de União da Vitória, Paraná. A amostragem foi feita num transecto de 10m sem vegetação marginal e alta incidência solar (550 lux). Registrou-se a abundância da macroalga ao acaso em 20 rochas. Também registraram-se as seguintes características físicoquímicas: tamanho de substratos, profundidade, pH, condutividade, velocidade da correnteza, e saturação de oxigênio. Utilizou-se uma regressão linear para testar a influência das variáveis físico/químicas na abundância (cobertura percentual) de Spirogyra sp., que variou amplamente (68,25%; 5,0% a 100,0%). As variáveis ambientais não influenciaram a abundância de Spirogyra sp. (R2=0,227; p>0,05), provavelmente devido à ampla variação dos parâmetros avaliados nas rochas em que a espécie ocorria. Portanto, essa espécie parece ser generalista.


Palavras-chave


macroalga bentônica; riacho; variáveis abióticas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Bioikos
 
Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)
Núcleo de Editoração SBI
Avenida John Boyd Dunlop, s/n - Prédio de Odontologia
CEP 13060-904 - Campinas - SP
Tel (+55 19) 3343-6859
Fax (+55 19) 3343-6875
 
sbi.ne_biomed@puc-campinas.edu.br