Seletividade da rede malhadeira na captura de Hemiodus unimaculatus no baixo Rio Tocantins, Amazônia, Brasil

Jeronimo Carvalho Martins, Israel Hidenburgo Aniceto Cintra, Valérie Sarpedonti

Resumo


O objetivo da pesquisa foi determinar as curvas de seletividade das redes que capturam a jatuarana-escama-grossa, Hemiodus unimaculatus (Bloch, 1794), uma das espécies de peixe mais desembarcadas na área de influência do reservatório de Tucuruí, rio Tocantins, Pará. O local de estudo corresponde à área localizada a montante da barragem da Usina Hidrelétrica de Tucuruí. As coletas foram efetuadas trimestralmente nos anos de 2001, 2003, 2005, 2006 e 2007 e semestralmente nos anos de 2002 e 2004, em cinco locais do reservatório e dois a montante, utilizando bateria de redes de emalhar de 50 m de comprimento e 3 m de altura, com malhas de 40, 60 e 80 mm entre nós opostos. A seletividade das redes foi determinada por meio da construção de curvas de seleção, que evidenciaram ser a malha de 60 mm a mais indicada para a pesca, considerando a captura de 50% de indivíduos adultos.


Palavras-chave


reservatório de Tucuruí; tamanho de malha; curvas de seleção

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20950/1678-2305.2017v43n2p274

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Boletim do Instituto de Pesca
 
Instituto de Pesca
Caixa Postal 61070
CEP: 05001-970 - São Paulo - SP - Brasil
Fone: (+55 13) 3261-6571
 
ceip@pesca.sp.gov.br
www.pesca.sp.gov.br/siteOficialBoletim