Complexo enzimático e farelo de arroz integral sobre o desempenho produtivo e qualidade dos ovos de poedeiras em segundo ciclo de produção

Verônica Lisboa Santos, Fabiane Pereira Gentilini, Sílvia Regina Leal Ladeira, Marcos Antonio Anciuti, Fernando Rutz

Resumo


Objetivou-se avaliar o desempenho produtivo e a qualidade dos ovos de aves que receberam dietas contendo farelo de arroz integral (FAI), com ou sem adição de complexo enzimático (CE), com e sem valorização energética. Foram utilizadas 480 poedeiras Hisex brown, durante 112 dias experimentais, divididas em oito tratamentos com 12 repetições cada. Os tratamentos 1, 2, 3 e 4 consistiram da presença de milho (M) e farelo de soja (FS), e os tratamentos 5, 6, 7 e 8 consistiram de M, FS e 20% de FAI, com ou sem inclusão do CE. Os tratamentos 1, 3, 5 e 7 não receberam CE; no entanto, nos tratamentos 3 e 7 houve valorização energética de 100 kcal EM/kg (controles negativos). O CE quando presente foi acrescido sem valorização energética (on top) nos tratamentos 2 e 6, e valorizado em 100 kcal EM/kg nos tratamentos 4 e 8. Aves que receberam FAI produziram ovos e claras mais pesadas, gemas menos pigmentadas e apresentaram maior peso vivo. Aves que consumiram FAI recebendo CEon top ou sem valorização apresentaram maior consumo de ração. Maior unidade Haugh e melhor conversão alimentar por dúzia foram observados em aves que receberam tratamento controle ou controle com CE valorizado.

Palavras-chave


alimento alternativo; enzimas exógenas; Hisex brown

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1089-6891v18e-18117

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Ciência Animal Brasileira
 
Universidade Federal de Goiás. Escola de Veterinária e Zootecnia
Campus II UFG, Cx. Postal 131
CEP 74001-970 - Goiânia - GO - Brasil
Tel: (+55 62) 3521-1568
Fax: (+55 62) 3521-1566
 
revistacab@gmail.com
www.revistas.ufg.br