Características morfométricas e testiculares de búfalos em diferentes idades

Renata de Oliveira Santos Ramalho, Douglas Mena do Couto, Victor Cruz Rodrigues, André Mantegazza Camargo

Resumo


Objetivou-se com este trabalho analisar o peso vivo (PV), as medidas morfométricas e testiculares e suas correlações entre si em 31 búfalos Mediterrâneo em três idades. Foram utilizados sete animais de 8 meses (T1), treze de 10 meses (T2) e onze de 12 meses (T3), de uma propriedade da Baixada Litorânea do Rio de Janeiro. As medidas morfométricas e testiculares avaliadas foram: altura da garupa (AG), altura da cernelha (AC), comprimento da garupa (CG), espessura de coxão (ECX), circunferência escrotal (CE), comprimento testicular (CT) e largura testicular (LT). Foram calculados o volume testicular (VT) e o índice de massa corpórea (IMC), e foi determinada a forma testicular pela razão entre a LT e o CT. Foram encontradas as médias para das variáveis PV (240,57 ± 18,36; 259,38±28,66 e 331,82±63,23), AC (113,28 ± 2,44; 116,23 ± 4,74 e 121,45 ± 6,95cm), AG (116,07 ± 3,09; 117,54 ± 4,97 e 125,45 ± 6,92 cm), CG (34,86 ± 2,03; 36,35 ± 2,80 e 38,09 ± 3,24 cm), ECX (39,07 ± 2,22; 40 ± 2,37 e 42,91 ± 3,97cm), IMC (187,37 ± 11,45; 191,69 ± 14,61 e 222,39 ± 23,57) para os tratamentos T1, T2 e T3, respectivamente. Foram encontradas médias para as variáveis CE (17,43±1,81; 19,08±1,98 e 22,11±3,25 cm), CT (8,28 ± 0,99; 9,27 ± 1,33 e 10,68 ± 1,47 cm), LT (3,25 ± 0,25; 3,90 ± 0,58 e 4,66 ± 0,80cm) e VT (109,43 ± 24,93, 198,36 ± 87,08 e 343,83 ± 183,04 cm3) para os tratamentos T1, T2 e T3, respectivamente. A forma predominante para todos os tratamentos foi o Longo. Não houve diferença entre as médias dos tratamentos 1 e 2 para nenhuma das variáveis estudadas. Para as variáveis PV, AG e IMC, CE, LT e VT o tratamento 3 apresentou as maiores médias. Para as variáveis AC, CG, ECX e CT não houve diferença entre os tratamentos 2 e 3. Houve correlação entre todas as medidas testiculares e as medidas de AC, AG e CG e entre CE e VT, CT, LT.

Palavras-chave


búfalos; medidas morfométricas; medidas testiculares

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1089-6891v18e-21599

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Ciência Animal Brasileira
 
Universidade Federal de Goiás. Escola de Veterinária e Zootecnia
Campus II UFG, Cx. Postal 131
CEP 74001-970 - Goiânia - GO - Brasil
Tel: (+55 62) 3521-1568
Fax: (+55 62) 3521-1566
 
revistacab@gmail.com
www.revistas.ufg.br