Viabilidade de leucócitos mamários bovinos desafiados com drogas anti-mastite

Camila Freitas Batista, Renata Caminha Gomes, Maiara Garcia Blagitz, Alice Maria Melville Paiva Della Libera

Resumo


A ocorrência de células viáveis em secreções das glândulas mamárias atestam a funcionalidade do sistema de defesa. Este fato, juntamente com o medicamento aplicado, é fundamental para a cura do úbere. O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade in vitro de leucócitos do leite desafiados com quatro drogas anti-mastite intramamárias. Foram coletadas oito amostras de leite de vaca negativas no exame bacteriológico. As suspensões de células foram submetidas à avaliação da viabilidade pelo método de exclusão do Azul de Trypan pré-incubação e pós-incubação com os medicamentos. A taxa média de viabilidade pré-incubação (± desvio padrão) das células do leite foi 50,17% (± 6,50). As taxas médias de viabilidade pós-incubação (± desvio padrão) de grupo controle (desprovido de qualquer droga), Drogas 1 (cefalônio anidro), 2 (gentamicina), 3 (benzilpenicilina procaína associada a diidroestreptomicina naficilina) e 4 (cloxacilina benzatina) foram, respectivamente, 31,36% (± 3,61); 26.23% (± 4,49); 7,82% (± 2,33); 3,10% (± 0,94); e 30,33% (± 4,14). Os maiores prejuízos foram encontrados quando as células do leite foram desafiadas com as drogas 2 e 3. Embora a atividade antimicrobiana das drogas testadas não era avaliada, e um único aspecto da função das células tenha sido testado, concluiu-se que os tratamentos 2 e 3 poderiam prejudicar a funcionalidade de leucócitos do leite e fornecer uma resposta imunológica ineficaz, e uma resposta eficaz é indispensável para controlar as infecções mamárias.

Palavras-chave


citotoxicidade celular; glândula mamária; leite; vaca

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1089-6891v18e-37893

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Ciência Animal Brasileira
 
Universidade Federal de Goiás. Escola de Veterinária e Zootecnia
Campus II UFG, Cx. Postal 131
CEP 74001-970 - Goiânia - GO - Brasil
Tel: (+55 62) 3521-1568
Fax: (+55 62) 3521-1566
 
revistacab@gmail.com
www.revistas.ufg.br