Dermatite alérgica causada por Culicoides em ovinos Texel no estado do Pará

Carlos Alberto Oliveira, Antonio Ozemir Fialho Silva, Valíria D. Cerqueira, Alessandra Scofield, Milton Begeres Almeida, Franklin Riet-Correa, Maria L. Felippe-Bauer, Gabriela Riet-Correa

Resumo


A doença foi estudada em uma propriedade localizada no município de Castanhal, Pará, no período de dezembro de 2009 a dezembro de 2012. A propriedade possuía um plantel de 117 ovinos, 45 da raça Santa Inês e 72 Texel. Dos 72 ovinos da raça Texel, 56 estavam afetados. Os principais sinais clínicos observados foram alopecia, eritema, edema, hiperpigmentação e crostas nas orelhas, parte superior da cabeça e ao redor dos olhos. Em alguns animais as orelhas estavam deformadas, espessadas e com abscessos e/ou miíase. Histologicamente, as lesões caracterizavam-se por hiperqueratose ortoqueratótica, acantose, vacuolização e necrose das células da epiderme. Na derme havia infiltrado inflamatório composto principalmente por eosinófilos e macrófagos, edema e deposição de colágeno. Entre os insetos capturados foram identificados 294 exemplares de Culicoides (HoffmaniaplaumanniSpinelli, 57 de Culicoides (Hoffmania) insignis Lutz e 27 exemplares pertencentes a outras espécies de Culicoides.Conclui-se que CplaumanniC. insignis e, possivelmente, outras espécies de Culicoides estejam envolvidos na etiologia da dermatite alérgica nos ovinos da raça Texel no estado do Pará. Ovinos da raça Santa Inês que se encontravam na mesma área e nas mesmas condições não foram afetados, sugerindo menor susceptibilidade.


Palavras-chave


dermatite alérgica; Culicoides; ovinos Texel; hipersensibilidade; dermatite sazonal; maruim; Amazônia brasileira

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0100-736x2017000400001

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Pesquisa Veterinária Brasileira
 
Colégio Brasileiro de Patologia Animal
Caixa Postal 74.591
CEP: 23890-000 - Seropédica - RJ
Tel/Fax: (+55 21) 2682-1081
 
pvb@pvb.com.br
www.pvb.com.br