Produção de biofilmes por Escherichia coli em bebedouros avícolas

Luana de Oliveira Branco, Laura Gonçalves da Silva Chagas, Roberta Torres de Melo, Ednaldo Carvalho Guimarães, Anna Monteiro Correia Lima

Resumo


Objetivou-se avaliar a qualidade microbiológica da água de 33 galpões avícolas, identificar a presença de Escherichia coli produtoras de biofilmes em amostras de suabes de superfície dos bebedouros e analisar por teste de inibição o desinfetante mais eficiente para remoção dessas comunidades bacterianas. Foi utilizada a técnica dos tubos múltiplos e contagem de mesófilas para as amostras de água. Os suabes foram semeados em Ágar EMB, e posteriormente em meio Rugai para identificação de E. coli. Para análise de produção de biofilme foi feita a leitura da Densidade Óptica e o método do Ágar Vermelho Congo. Foram identificadas 15 cepas de E. coli nos suabes de bebedouros, sendo que 8 foram produtoras de biofilme. Quanto ao padrão de qualidade da água, observou-se que das 33 amostras de água avaliadas, 15 (45,45%) tiveram crescimento bacteriano, sendo que somente duas (13,33%) produziram gás. Para o teste com desinfetantes, o cloro e o clorexidine não se mostraram eficientes no controle da produção de biofilmes de E. coli. Dessa forma, torna-se essencial o controle rigoroso nos galpões de frangos de corte para garantir a inocuidade da água fornecida aos animais e a eliminação de E. coli potencialmente formadoras de biofilmes resistentes aos sanitizantes mais comumente usados nos processos de limpeza.


Palavras-chave


água; avicultura; comunidades microbianas; desinfecção

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.4322/rbcv.2016.044

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Brasileira de Ciência Veterinária
 
Universidade Federal Fluminense
Faculdade de Veterinária
Rua Vital Brazil Filho, 64
CEP 24230-340 - Niterói - RJ
Tel/Fax: (+55 21) 2629-9549
 
rbcv@vm.uff.br
www.uff.br/rbcv