Rickettsia spp., Ehrlichia spp. e Anaplasma spp. em carrapatos de vida livre nas mesorregiões Sul Fluminense e Metropolitana do Rio de Janeiro, RJ

Gustavo Nunes de Santana Castro, Andrea Kill Silveira, Laura Ribeiro, Matheus Dias Cordeiro, Adevair Henrique da Fonseca, Adivaldo Henrique da Fonseca

Resumo


Os carrapatos são ectoparasitas obrigatórios e vetores de agentes patogênicos como bactérias, parasitos e vírus. O presente estudo teve como objetivo identificar a presença de bactérias dos gêneros Rickettsia, Ehrlichia e Anaplasma em carrapatos de vida livre coletados em cinco áreas, localizadas nas mesorregiões Sul Fluminense e Metropolitana do Rio de Janeiro. Foram coletados 9.353 carrapatos distribuídos em 372 pools. A análise dos dados pelo método PCR-RFLP indicou que as bandas verificadas na análise eram de Rickettsia bellii em 0,25% dos carrapatos coletados de duas áreas. A pesquisa molecular para os gêneros Ehrlichia e Anaplasma revelou resultados negativos para ambos os gêneros. A presença de genoma de R. bellii em carrapatos sugere a importância da execução de novas pesquisas com o intuito de entender a epidemiologia dos agentes estudados na região.


Palavras-chave


ixodídeos; Rickettsia bellii; Rickettsiales

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.4322/rbcv.2016.047

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Brasileira de Ciência Veterinária
 
Universidade Federal Fluminense
Faculdade de Veterinária
Rua Vital Brazil Filho, 64
CEP 24230-340 - Niterói - RJ
Tel/Fax: (+55 21) 2629-9549
 
rbcv@vm.uff.br
www.uff.br/rbcv