Qualidade do leite em diferentes sistemas de produção, ano e estação climática

Marceli Pazini Milani, Diego Prado de Vargas, Renius de Oliveira Mello, Maria de Fátima Barros Leal Nörnberg, José Laerte Nörnberg

Resumo


Objetivou-se avaliar a qualidade do leite produzido sob distintos níveis tecnológicos, durante três anos nas quatro estações climáticas, na região sul do Brasil. Os parâmetros de qualidade do leite avaliados foram: gordura, proteína, lactose, sólidos totais, contagem de células somáticas e contagem bacteriana total, oriundas de 346 propriedades classificadas em três sistemas de produção (não especializado, semi especializado, especializado). Os dados foram analisados por modelo misto com medida repetida no tempo, tendo como efeito fixo o sistema de produção, ano e estação, e efeito aleatório a propriedade designada em cada sistema de produção. Observou-se percentual elevado de amostras em desacordo com a Instrução Normativa Brasileira nº 62/2011. O sistema de produção afetou a contagem bacteriana total e o teor de gordura, com valores superiores para ambas no sistema não especializado. Todas as variáveis foram influenciadas pela estação do ano, sendo que no outono o leite apresentou percentuais superiores de gordura, proteína, sólidos totais e inferior de CBT. O teor de lactose foi influenciada pelo sistema de produção e pela estação do ano, demonstrando a influência dos fatores estudados na qualidade do leite produzido.


Palavras-chave


composição química; nível tecnológico; variação sazonal

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4322/rbcv.2016.058

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Brasileira de Ciência Veterinária
 
Universidade Federal Fluminense
Faculdade de Veterinária
Rua Vital Brazil Filho, 64
CEP 24230-340 - Niterói - RJ
Tel/Fax: (+55 21) 2629-9549
 
rbcv@vm.uff.br
www.uff.br/rbcv