Transferência intrafolicular de ovócitos imaturos (TIFOI) em bovinos

José Felipe Warmling Sprícigo, Margot Alves Nunes Dode

Resumo


A transferência intrafolicular de ovócitos imaturos (TIFOI) surge como biotecnologia inovadora para a produção de embriões bovinos. A técnica baseia-se na injeção de ovócitos, ainda imaturos, em um folículo pré- ovulatório, para que sejam maturados e ovulados in vivo. Dessa forma, um “pool” de ovócitos maturados podem ser liberados durante a ovulação, serem fecundados após a inseminação e se desenvolver até o estágio de blastocisto, em um sistema totalmente in vivo. A inovação da técnica deriva justamente de sua simplicidade, uma vez que animais submetidos a protocolos simples de sincronização de estro podem ser usados como “ovuladores”. Ainda, animais excedentes da sincronização que não forem utilizadas como ovuladoras, podem ser usados como receptores, no momento da transferência do embrião. Essa revisão visa apresentar os principais fatores envolvidos no desenvolvimento e execução da TIFOI, assim como sumarizar os seus principais resultados e aplicações.

Palavras-chave


folículo; embrião in vitro; embrião in vivo; cultivo embrionário

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Brasileira de Reprodução Animal
 
Colégio Brasileiro de Reprodução Animal
Av. Cel. José Dias Bicalho 1224 - Lj. 4
CEP: 31275-050 - Belo Horizonte, MG
Fone: (+55 31)491-7122
 
cbra@cbra.org.br
http://www.cbra.org.br/portal/index.htm