Doenças infecciosas que impactam a reprodução de bovinos

Amauri A. Alfieri, Alice F. Alfieri

Resumo


Infecções que ocasionam mortalidade embrionária e fetal são responsáveis por mais de 50% dos problemas reprodutivos em bovinos de todo o mundo. Várias classes de micro-organismos, destacando-se entre elas bactérias, vírus e protozoários podem infectar o trato reprodutivo trazendo consequências deletérias à fêmea bovina e, principalmente ao concepto (embrião ou feto). A rinotraqueíte infecciosa bovina, a diarreia viral bovina e a leptospirose são as três principais doenças infecciosas que comprometem a reprodução em bovinos de corte e leite de todas as regiões geográficas brasileiras. Essa revisão abordará aspectos relativos à importância da sanidade no contexto da produção animal; formas de ocorrência das infecções reprodutivas; etiologias; características clínicas e epidemiológicas das três principais infecções, métodos de diagnóstico etiológico e sorológico, finalizando com descrição formas de controle e profilaxia com destaque para os programas de vacinação.

Palavras-chave


bovinos; IBR; BVD; leptospirose; profilaxia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Brasileira de Reprodução Animal
 
Colégio Brasileiro de Reprodução Animal
Av. Cel. José Dias Bicalho 1224 - Lj. 4
CEP: 31275-050 - Belo Horizonte, MG
Fone: (+55 31)491-7122
 
cbra@cbra.org.br
http://www.cbra.org.br/portal/index.htm