BoHV-1 (o vírus da IBR) e sua relação com estruturas e órgãos genitais da fêmea bovina

Eduardo Paulino da Costa, Vanessa Lopes Dias Queiroz, Abelardo Silva Junior, José Domingos Guimarães, Saullo Vinicius Pereira Alves, Marcus Rebouças Santos, Luiz Fernando Lino de Souza

Resumo


A Rinotraqueíte Infecciosa Bovina é uma relevante doença, tendo em vista os transtornos reprodutivos causados, a facilidade de disseminação, o difícil controle e a ampla disseminação nos rebanhos bovinos de corte e de leite. O herpesvírus bovino 1 (BoHV-1) pode estar presente em fluidos onde os embriões são recolhidos, manipulados, criopreservados ou transferidos, assim como no sêmen, nos órgãos genitais e também no líquido folicular e ovócitos. A interação do BoHV-1 com estruturas e órgãos genitais da fêmea bovina vem sendo estudada pelo Grupo de trabalho. Até o presente foram encontrados resultados relevantes nesta interação. O DNA viral foi detectado em ovários, ovócitos e em complexos cumulus oophorus de animais soropositivos. Verificou-se ainda que vacas infectadas naturalmente apresentam comprometimento na taxa de maturação nuclear ovocitária. Trabalhos em andamento estão demonstrando, em animais soropositivos, a presença de partículas virais em tecido ovariano, uterino e tubárico, sendo em substancial quantidade no tecido ovariano. Teria o vírus alguma afinidade por estes órgãos? Os resultados ainda são parciais, sugerindo a necessidade de aprofundar os estudos a respeito.


Palavras-chave


Bovinos; BoHV-1; órgãos genitais; embriões e gametas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Brasileira de Reprodução Animal
 
Colégio Brasileiro de Reprodução Animal
Av. Cel. José Dias Bicalho 1224 - Lj. 4
CEP: 31275-050 - Belo Horizonte, MG
Fone: (+55 31)491-7122
 
cbra@cbra.org.br
http://www.cbra.org.br/portal/index.htm