Desempenho de ovinos em sistema agroflorestal alternativo no ecótono Cerrado: Amazônia

Perlon Maia Santos, Antonio Clementino Santos, José Neumam Miranda Neiva, Durval Nolasco Neves Neto

Resumo


Sistemas agroflorestais podem ser alternativa para a reincorporação de áreas em desuso, sob floresta secundária, para produção ovina. Com este estudo buscou-se avaliar o desempenho de ovinos em sistema silvipastoril de capimmombaça e floresta secundária de babaçu, comparando-o com o sistema convencional de produção a sol pleno. Nestes dois sistemas foram avaliadas as condições climatológicas e as características agronômicas e bromatológicas da gramínea. Nos animais foram avaliados o ganho de peso, o consumo, a conversão alimentar, os processos de deslocamento e a produtividade animal. Foi observado que a exploração ovina neste tipo de sistema silvipastoril é possível, mas há redução do desempenho animal em relação o sistema tradicional de exploração. O ambiente no sistema silvipastoril é quente e úmido, e a disponibilidade de forragem é baixa, fazendo com que os animais gastem mais energia para procurar alimento. O acúmulo de forragem e o perfilhamento no sistema silvipastoril são reduzidos e há diminuição da capacidade de suporte e produtividade. Apesar da redução da produtividade no sistema silvipastoril, sua exploração possibilita a produção de aproximadamente metade do que é produzido no sistema convencional.

Palavras-chave


ovinocultura; sistema silvipastoril; palmeira babaçu

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal - RBSPA
 
Universidade Federal da Bahia
Av. Ademar de Barros, 500 - Ondina
CEP: 40170-110 - Salvador - BA
Tel/Fax: (+55 71) 3283-6725
 
rbspa@ufba.br
revistas.ufba.br/rbspa