Produção de cana-de-açúcar adubada com cama de frango

Geicimara Guimarães, Rogério de Paula Lana, Renata de Souza Rei, Cristina Mattos Veloso, Maria Regina de Miranda Sousa, Rosane Cláudia Rodrigues, Silvane de Almeida Campos

Resumo


Objetivou-se com este trabalho avaliar o desenvolvimento e a qualidade da cana-deaçúcar variedade RB 867515 e os atributos químicos do solo em resposta à aplicação de níveis variáveis de fertilização. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos casualizados, com cinco tratamentos (0, 3, 6, 9 e 12t/ha de cama de frango) e quatro repetições. Aos quatro meses pós-plantio não houveram diferenças entre os níveis de cama de frango sobre a altura das plantas, diâmetro do colmo, largura da folha e comprimento da folha, mas o número de plantas/m linear e número de folhas/planta atingiram valores máximos utilizando 8,7 e 5,3 t/ha de cama de frango, respectivamente. Aos 12 meses após o plantio foram observados aumentos de P, K, Ca e Mg pelo incremento no nível de fertilização com cama de frango e aumento linear na produtividade de massa verde da cana. Portanto, pode-se aplicar até 12 t/ha de cama de frango para maximizar o desempenho da cultura e melhorar a fertilidade do solo. Além da produtividade alcançada, o acúmulo de açúcar solúvel (média de 20 graus Brix), bem como os teores de matéria seca (32,9%) e fibra em detergente neutro (46,7%) indicam que a cana variedade RB 867515, de ciclo médio/tardio, já se apresenta apropriada para o primeiro corte para alimentação animal aos 12 meses pósplantio.

Palavras-chave


adubação orgânica; canavial; esterco de aves; resíduo; saccharum officinarum l.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal - RBSPA
 
Universidade Federal da Bahia
Av. Ademar de Barros, 500 - Ondina
CEP: 40170-110 - Salvador - BA
Tel/Fax: (+55 71) 3283-6725
 
rbspa@ufba.br
revistas.ufba.br/rbspa