Atividade de desinfetantes frente a sorotipos de Salmonella isolados de granjas avícolas

Mayara Camila Scur, Fabiana Gisele da Silva Pinto, Eliana de Almeida Mira de Bona, Laís Dayane Weber, Thomas Kehrwald Fruet, Grazielle Cristina Garcia Soresini

Resumo


O objetivo com este trabalho foi avaliar in vitro a eficácia de desinfetantes comumente utilizados e biodegradáveis na sanitização de aviários frente a sorotipos de Salmonella spp. isolados de granjas de aves no Estado do Paraná, Brasil.Os experimentos foram realizados utilizando o tempo de contato de 20 minutos e os desinfetantes testados emtrês concentrações:a recomendada pelo fabricante,metade da concentração recomendada e o dobro da mesma,bem como na presença e ausência de matéria orgânica. Em geral, todos os desinfetantes foram capazes de causar a redução significativa nas contagens dos micro-organismos em relação ao grupo controle. Na ausência de matéria orgânica, os desinfetantes a base de ácidos orgânicos apresentaram os melhores resultados frente ao sorotipo S. Gallinarum biovar Gallinarum, e os desinfetantes a base de glutaraldeído e hipoclorito de sódio frente aos sorotipos S. Typhimurium e S. Intantis. Na presença de matéria orgânica, como comumente se encontra o ambiente avícola, pôde-se observar que todos os desinfetantes apresentaram sua eficácia diminuída, sendo o a base de ácidos orgânicos o que apresentou as menores contagens de unidades formadoras de colônias (UFC). O desinfetante a base de ácidos orgânicos mostrou-se uma potencial alternativa de uso na avicultura, pela eficácia no controle dos sorotipos de Salmonella isoladas de granjas avícolas.

Palavras-chave


ácidos orgânicos; avicultura; desinfecção

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal - RBSPA
 
Universidade Federal da Bahia
Av. Ademar de Barros, 500 - Ondina
CEP: 40170-110 - Salvador - BA
Tel/Fax: (+55 71) 3283-6725
 
rbspa@ufba.br
revistas.ufba.br/rbspa