Qualidade do leite cru refrigerado obtido em unidades produtivas no Sudoeste do Paraná

Claudinei Zucco Pitro Belli, Jacson Rodrigo Cullmann, Magnos Fernando Ziech, Luis Fernando Glasenapp de Menezes, Fernando Kuss

Resumo


A qualidade do leite é um dos temas mais discutidos atualmente no cenário nacional de produção leiteira. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar os parâmetros qualitativos e disponibilizar informações referentes aos fatores que possam interferir na qualidade do leite cru refrigerado obtido mensalmente em 40 unidades produtoras de seis municípios na região Sudoeste do Paraná. Foi realizada a coleta de dados das propriedades com o auxílio de um questionário semiestruturado. Consideraram-se 12 parâmetros inerentes à atividade leiteira e que podem influenciar na qualidade da matéria-prima, conforme segue: estrato de produção, sistemas de produção, de ordenha, de resfriamento, mão de obra, assistência técnica, frequência da assistência, higienização do resfriador, da ordenha, dos tetos, desinfecção dos tetos e estrutura do ambiente de ordenha. As amostras de leite foram analisadas em relação a sua composição: gordura, proteína, lactose e Extrato Seco Total (EST), a Contagem de Células Somáticas (CCS) e Contagem Padrão em Placas (CPP). A proteína e CCS não foram influenciadas por nenhum dos parâmetros estudados. O teor de gordura é um dos componentes do leite mais passiveis a apresentar variação na proporção, o qual foi influenciado pelo estrato de produção, tipo de mão de obra, frequência da assistência técnica, higienização do resfriador e tipo de contenção disponível na propriedade. As variáveis que apresentaram maiores valores para gordura e CPP estão associados a propriedades com nível tecnológico e produção inferiores. Aspectos nutricionais que promovem o aumento da produção, como identificado nos sistemas de maior produção de leite resultam em menor percentual de gordura do leite. Instalações que apresentam a ordenha canalizada e resfriamento por expansão proporcionam melhores resultados para CPP. Práticas como o uso de pré e pós-dipping, higienização do resfriador e ordenhadeira com água quente e detergente reduz significativamente a CPP.

Palavras-chave


células somáticas; composição físico química; gordura; produção leiteira; proteína; Instrução Normativa 62; microrganismos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Revista de Ciências Agroveterinárias
 
Centro de Ciências Agroveterinárias - UDESC
Av. Luiz de Camões, 2090 - Bairro Conta Dinheiro
CEP 88520-000 - Lages - SC
Tel (+55 49) 3289-9152
 
rca.cav@udesc.br