A criptococose e sua importância na Medicina Veterinária

Marina Müller, Márcia Nishizawa

Resumo


A criptococose é uma micose de natureza sistêmica oportunista, considerada uma zoonose causada pelo complexo Cryptococcus neoformans que compreende dois agentes etiológicos, o C. neoformans e o C. gattii, capazes de acometer aves, homens, animais domésticos e silvestres. A infecção ocorre por inalação dos esporos do agente que é frequentemente isolado em excretas de pombos (Columba livia), considerados os reservatórios naturais do fungo. As alterações são encontradas em diversos sistemas do organismo. A criptococose é uma das micoses de mais fácil diagnóstico por apresentar marcado tropismo neurológico, abundância de elementos fúngicos no líquor e nas lesões. Para o tratamento em animais e humanos, as drogas selecionadas são diferenciadas para que não haja a seleção de estirpes resistentes. 


Palavras-chave


cryptococcus; fungos; zoonose; pombos; aves

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





A revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP
 
Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo
Rua Apeninos, 1088 - Paraíso
CEP 04104-021 - São Paulo - SP
Tel: (+55 11) 5908-4799
Fax: (+55 11) 5084-4907
 
comunicacao@crmvsp.gov.br
www.crmvsp.gov.br