Requalificação dos condutores de charretes em Petrópolis, Rio de Janeiro

R. P. K. Macieira Da Costa

Resumo


Este trabalho demonstrou como uma ação educativa de requalificação da mão de obra dos condutores das charretes no centro histórico da cidade de Petrópolis melhorou a vida dos animais de tração – e por consequência, a vida dos humanos envolvidos. Em 10 de agosto de 2013, foi iniciada a reformulação do serviço. Foi ministrado um curso em que todos os tópicos focaram no bem-estar dos animais, tendo como instrumento básico a conscientização e responsabilização dos charreteiros, para que a boa inter-relação entre humano e animal fosse realizada de forma harmônica e sem a ocorrência de maus-tratos aos animais. Esse curso objetivou requalificar os condutores para que os cavalos fossem tratados de forma adequada. Três de dezesseis charretes fiscalizadas tiveram a cassação da licença de circulação. De fato a falta de informação pode ser uma desculpa para que as falhas sejam encobertas, o que não pode ser admitido. Com o acesso à informação ministrada por técnicos gabaritados não havia como serem cometidos maus-tratos. Todos os charreteiros receberam aulas sobre o manejo adequado dos animais em relação à nutrição, hidratação, ferrageamento, condução sem uso de chicotes ou de qualquer meio que causasse dor ou desconforto ao animal, além de tópicos relacionados à saúde, vacinaçôes e vermifugação. Também foi explorada a questão do bom atendimento aos turistas, contemplando aspectos sobre a história e geografia de Petrópolis, além de serem fixadas as noções básicas sobre fluidez no trânsito, de modo a aumentar a segurança do transporte, tanto no relativo aos animais quanto ao próprio veículo e seu condutor. Com essa iniciativa, pioneira no Estado do Rio de Janeiro, ficou confirmado que a educação em guarda responsável e o bem-estar animal são elementos fundamentais para a implantação de políticas públicas efetivas voltadas aos animais. Lembrando que a inserção de parcerias no contexto relativo a humanos e animais só estimula e promove o bem-estar de ambas as espécies, atingindo, assim, os objetivos da Medicina Veterinária do Coletivo. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





A revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP
 
Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo
Rua Apeninos, 1088 - Paraíso
CEP 04104-021 - São Paulo - SP
Tel: (+55 11) 5908-4799
Fax: (+55 11) 5084-4907
 
comunicacao@crmvsp.gov.br
www.crmvsp.gov.br