Programas de controle populacional de cães abandonados com o emprego da castração como procedimento indicado para o bem-estar coletivo

C. M. Prado, G. L. Bernardes

Resumo


O número crescente de cães abandonados é uma preocupação para as autoridades públicas e governamentais em vários países, devido a agravos à saúde pública, ao risco de transmissão de algumas zoonoses, acidentes por mordedura e no trânsito, entre outros inconvenientes. Além disso, deve-se ressaltar também a falta de bem-estar desses animais, que ficam expostos a situações de maus-tratos e a processos patológicos e à falta de cuidados e necessidades básicas, como alimentação e abrigo, entre outros. Tudo isso associado à fisiologia que torna o cão um animal de alto potencial reprodutivo, gera situações nas quais, em muitos municípios, existem mais cães do que lares para abrigá- -los, criando-se com isso a necessidade da implementação de ações de controle populacional destinadas a equilibrar a demanda de animais abandonados com o número de tutores disponíveis, neutralizando-se assim os fatores que colaboram para o abandono. A castração é um exemplo de medida tomada na tentativa de resolver esse problema. Estando inserida na área de saúde pública veterinária, é um método de extrema valia, visto que além de permitir o controle populacional de forma eficiente – uma vez que depois do procedimento cirúrgico não existe a menor possibilidade dos animais se reproduzirem – também possibilita a adoção dos animais castrados com maior facilidade. Dessa forma, o trabalho relata a importância de programas de controle populacional com o emprego da castração para o bem-estar do coletivo. A revisão de literatura foi conduzida por meio de busca nas bases do Google Acadêmico. Foram utilizados os seguintes termos de busca: “controle populacional”, “cães”, e “bem-estar animal”. Como limites de busca foram incluídos apenas os trabalhos publicados nos últimos oito anos. Concluiu-se que conhecimentos sobre bem-estar animal são fundamentais para o desenvolvimento de estratégias éticas de controle populacional dos cães abandonados. A castração é uma medida de alta eficiência nessas estratégias, porém, por si só não é capaz de resolver todos os problemas existentes, sendo necessária a associação com leis e campanhas educativas sobre guarda responsável para a população, com o objetivo de conscientizar e provocar uma mudança de comportamentos na sociedade, visto que a posse irresponsável é um dos principais fatores no aumento da população de cães abandonados. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





A revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP
 
Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo
Rua Apeninos, 1088 - Paraíso
CEP 04104-021 - São Paulo - SP
Tel: (+55 11) 5908-4799
Fax: (+55 11) 5084-4907
 
comunicacao@crmvsp.gov.br
www.crmvsp.gov.br