Aplicação de questionário para uma amostra de professores da rede pública e privada do município de Curitiba, estado do Paraná, Brasil, acerca de conhecimentos básicos sobre zoonoses

E. C. Silva, J. I. Ishikura, C. T. Cordeiro, L. G. Santos, S. T. Oliveira

Resumo


A obrigatoriedade da inclusão de programas de saúde nos currículos do ensino fundamental e do ensino médio está estabelecida pela Lei nº 5.692, de 11 de agosto de 1971. A exigência de um trabalho multidisciplinar com a educação em saúde faz que o professor tenha um conhecimento adequado do tema, visto que ele é um transmissor de conhecimento. O trabalho avaliou uma amostra de professoras de escolas públicas e particulares do município de Curitiba, Estado do Paraná, Brasil, em relação aos conhecimentos gerais em zoonoses. Essa avaliação foi inserida em uma ação pertencente ao projeto de extensão “Controle de zoonoses e educação em guarda responsável em Curitiba e região metropolitana”, vinculado à Universidade Federal do Paraná. Os questionários foram entregues após a ação intitulada “Mini-Hospital Veterinário”, na qual é simulado um hospital veterinário fictício, com bichos de pelúcia, e quando são transmitidos, de forma lúdica, conhecimentos sobre zoonoses, guarda responsável, bem- -estar animal, e proteção à fauna silvestre às crianças. As perguntas do questionário abordaram o conceito de zoonoses, se havia o conhecimento prévio acerca das zoonoses apresentadas (raiva, leptospirose, bicho geográfico) durante a ação do projeto e o interesse, por parte das professoras, em receber material didático de apoio sobre o tema. Responderam aos questionários 23 professoras. Das seis escolas trabalhadas, duas eram públicas e quatro particulares. Os questionários foram aplicados durante o ano de 2015. Entre as professoras, 69,5% responderam que sabiam o que é zoonose, porém 47,8% relataram que não conheciam todas as zoonoses apresentadas. Em relação ao questionamento acerca do encaminhamento de material de apoio, sobre o tema, 95,6% relataram possuir interesse. Os dados obtidos pela análise revelaram que as professoras detêm um conhecimento básico acerca do conceito de zoonoses, mas esse conhecimento é deficiente por não contemplar as principais zoonoses, que foram apresentadas na ação. Essa deficiência no conhecimento demonstra a necessidade do desencadeamento de uma orientação básica sobre o tema, o que converge com o interesse apresentado por material de apoio, pelas professoras. Os resultados obtidos demonstraram que a formação docente atual é deficiente no que se refere ao conteúdo da promoção a saúde, especificamente sobre zoonoses. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





A revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP
 
Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo
Rua Apeninos, 1088 - Paraíso
CEP 04104-021 - São Paulo - SP
Tel: (+55 11) 5908-4799
Fax: (+55 11) 5084-4907
 
comunicacao@crmvsp.gov.br
www.crmvsp.gov.br