A castração como um dos recursos disponíveis para o manejo populacional de cães e gatos com resultados positivos em Jaguariúna, Estado de São Saulo, Brasil

J. E. C. Moraes, J. R. S. Morais, W. Fregni, M. C. O Pelisão

Resumo


O município de Jaguariúna, estado de São Paulo, Brasil, apresenta uma população de seres humanos de 53.069 habitantes, segundo o IBGE de 2016, e uma população estimada de 8.262 cães e gatos. No ano de 2006, a prefeitura do município passou a realizar o projeto de castração permanente como estratégia destinada ao manejo da população local de cães e gatos. A partir do ano de 2008, a atividade passou a ser executada com a colaboração do curso de Medicina Veterinária da Faculdade de Jaguariúna (FAJ). Dessa parceria, no transcurso de dez anos foi realizada a castração de mais de 6000 animais, o que contribuiu para evitar o acúmulo e a aglomeração destes em vias públicas devido ao cio das fêmeas. As etapas da campanha de castração incluem: a) programação e entrega dos medicamentos, realizada pela prefeitura; e b) cirurgias realizadas pelo projeto social do curso de Medicina Veterinária da Faculdade de Jaguariúna durante todo o ano nas quartas e quintas-feiras na própria faculdade. A prefeitura de Jaguariúna possui um órgão que registra os casos de atropelamentos de animais no município e por meio dele foi levantado o seguinte dado: os registros de atropelamentos em vias públicas nos anos de 2005 e 2015 foram, respectivamente, 14 e 6. Neste período de 10 anos houve uma queda constante da população de cães e gatos, atingindo-se o total de 6.500 animais castrados, o que é um valor significativo considerando-se que a estimativa da população desses animais é da ordem de 8.262 indivíduos. De fato, atualmente percebe-se a ausência de cadelas no cio circulando nas vias públicas do município. A castração permanente de um grande número de animais (castração em massa) pode reduzir o número de casos de atropelamento destes em vias públicas, pois há uma redução das aglomerações de animais nesses locais devido ao instinto de reprodução desencadeado pelo cio das cadelas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





A revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP
 
Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo
Rua Apeninos, 1088 - Paraíso
CEP 04104-021 - São Paulo - SP
Tel: (+55 11) 5908-4799
Fax: (+55 11) 5084-4907
 
comunicacao@crmvsp.gov.br
www.crmvsp.gov.br