Análise epidemiológica dos casos de raiva registrados em cães e gatos no estado de Sergipe, Brasil, no período de 2000 a 2015

L. P. Mol, K. D. Antunes, T. L. M. Arcebispo, J. C. C. Matos, T. M. Oliveira, J. H. Begalli, S. A. Diniz, M. X. Silva

Resumo


A raiva é uma enfermidade transmitida por mamíferos com quase 100% de letalidade. Cães e gatos fazem parte do ciclo urbano da zoonose e são importantes fontes de infecção da doença para os humanos. Os números de casos de raiva confirmados em seres humanos no nordeste do Brasil em 1999 e em 2009 são, respectivamente, 50 e 2, o que reflete o sucesso das ações de vigilância epidemiológica implementadas na região no período em questão Este trabalho apresenta a análise retrospectiva dos registros de casos de raiva confirmados em cães e gatos no estado de Sergipe, no período de 2000 a janeiro de 2015, disponíveis no banco de dados do Laboratório Central de Sergipe (Lacen). Os gráficos e mapas foram realizados com o emprego do programa o Epi Info 7.2 e QGIS. No período em questão, dos 2.160 cães e gatos examinados houve a confirmação de 88 animais positivos para raiva. A análise revela que a média anual de casos de raiva nesses pequenos animais era de 32,5 em 2000 e foi reduzida para 0,5 em 2015. Contudo, a partir do ano de 2006 houve uma sensível redução no número de animais submetidos a exames laboratoriais destinados à confirmação do diagnóstico de raiva, o que pode ter influenciado a redução constatada. A conclusão obtida é de que as medidas preventivas tomadas pelo poder público possibilitaram o controle da doença e deverão ser mantidas e consolidadas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





A revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP
 
Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo
Rua Apeninos, 1088 - Paraíso
CEP 04104-021 - São Paulo - SP
Tel: (+55 11) 5908-4799
Fax: (+55 11) 5084-4907
 
comunicacao@crmvsp.gov.br
www.crmvsp.gov.br