Ação interprofissional de promoção da saúde única na ESF – Vila Maringá em Santa Maria, estado Rio Grande do Sul, Brasil

F. Fernandes, J. S. P. Vasconcellos, F. R. Ratzlaff, C. S. Oliveira, S. A. Botton, D. D. S. Fernandes, F. S. F. Vogel, L. A. Sangioni

Resumo


O médico-veterinário tem se inserido nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), nos quais desempenha importantes funções, como vigilância em saúde, controle de zoonoses, inspeção e higiene de produtos de origem animal, boas práticas de manipulação de alimentos, dentre outras atribuições. Todas essas ações tornam os médicos- -veterinários responsáveis pela promoção da Saúde Única, que é baseada na indissociabilidade da saúde humana, animal e ambiental. Este trabalho analisa a ação de prevenção e promoção da saúde por meio da troca de saberes estabelecida entre moradores, profissionais da saúde, residentes e acadêmicos do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), com a implementação de uma campanha de vacinação e cadastramento animal na ficha cadastral familiar. Além disso, foi realizada uma busca ativa para a criação de um banco de dados com o número de animais da população do território assistido pela Estratégia Saúde da Família (ESF) Vila Maringá e para compilar as demais informações de saúde destes animais que podem afetar diretamente a saúde humana. Para tanto, foi realizada uma campanha de vacinação nas áreas atendidas por Agentes Comunitários de Saúde (ACS). Os ACS apontaram as situações mais críticas com relação aos cuidados de saúde da comunidade. Nessa campanha foram administradas as vacinas antirrábica e a polivalente V8 (óctupla), buscando, durante todas as visitas domiciliares, questionar e informar os moradores sobre diversos fatores ambientais que afetam a saúde humana. Os dados referentes ao número de animais, animais vacinados e endereço foram compilados para o desenvolvimento de um banco de dados que servirá como um controle situacional da população canina. Esta atividade ocorreu em formato de busca ativa, na qual os acadêmicos de Medicina Veterinária visitaram os domicílios dos usuários. Somado a isto, houve a passagem de orientações referentes à posse responsável e ainda o encaminhamento de animais com problemas clínicos ao Hospital Veterinário Universitário (HVU) da UFSM. Com a inserção do médico-veterinário no campo da saúde pública, houve a potencialização do trabalho da ESF. Foi observada e salientada a importância do vínculo entre a equipe de saúde e os usuários da ESF para desenvolvimento da ação. Ações como estas permitem tomar medidas efetivas com projetos futuros para a saúde da comunidade e minimizam possíveis agravos de saúde animal que podem comprometer a saúde pública.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





A revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP
 
Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo
Rua Apeninos, 1088 - Paraíso
CEP 04104-021 - São Paulo - SP
Tel: (+55 11) 5908-4799
Fax: (+55 11) 5084-4907
 
comunicacao@crmvsp.gov.br
www.crmvsp.gov.br