Importância Do Projeto Unidade Móvel de Esterilização e Educação em Saúde (UMEES) na cidade de curitiba e região metropolitana, estado do Paraná, Brasil

B. P. Nunes, D. L. Vieira, I. S. C. L. Scalco, R. C. M. G. Garcia

Resumo


Com a domesticação de cães e gatos, o homem passou a ser o responsável pelo bem-estar dessas espécies. Com o crescimento do número de animais de estimação, cresce também o número de animais encontrados em situação de abandono nas ruas. Embora o abandono seja crime, essa prática ainda é muito comum. Os problemas relativos ao abandono e maus-tratos são agravados pela falta de esclarecimento das pessoas com relação à responsabilidade envolvida na posse de um animal. A grande população de animais de rua é um problema de saúde pública, já que podem transmitir zoonoses e provocar acidentes, e um problema de proteção e bem-estar animal, pois cães e gatos errantes vivem em situações inadequadas e são vítimas de maus-tratos. Faz-se necessário a implantação de programas educativos que esclareçam a população e que a influencie a assumir seus deveres para com os animais de companhia, assim como é importante associar as práticas educativas a programas de vacinação, esterilização e monitoramento epidemiológico. A castração é um procedimento cirúrgico de baixo risco, de recuperação rápida e pós-operatório simples que se apresenta como um meio eficaz no controle populacional de cães e gatos. O projeto da Unidade Móvel de Esterilização e Educação em Saúde (Umees) surgiu em 2010 com o objetivo de realizar o controle populacional ético de cães e gatos em Curitiba e na região metropolitana, estado do Paraná, Brasil. A Umees promove ações e medidas educativas voltadas à saúde pública e também a realização de procedimentos de castração de cães e gatos. O controle reprodutivo combinado a educação dos proprietários sobre guarda responsável e bem-estar animal faz que a população atingida assuma maiores responsabilidades quanto aos cuidados dispensados a seus animais. Os resultados do projeto vêm sendo positivos, com um grande número de animais submetidos ao processo contraceptivo da esterilização e com os proprietários recebendo informações a respeito de posse responsável e bem-estar animal. Os alunos de Medicina Veterinária também são beneficiados com o aprendizado prático cirúrgico e clínico, além de serem sensibilizados para se tornarem profissionais capazes de atuar em benefício da saúde pública. É necessário promover medidas que auxiliem no controle populacional de cães e gatos visando reduzir os impactos negativos oriundos do acúmulo de animais nas ruas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





A revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP
 
Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo
Rua Apeninos, 1088 - Paraíso
CEP 04104-021 - São Paulo - SP
Tel: (+55 11) 5908-4799
Fax: (+55 11) 5084-4907
 
comunicacao@crmvsp.gov.br
www.crmvsp.gov.br