Questões econômicas e gerenciais envolvidas na adoção e manutenção de sistemas de integração lavoura-pecuária

Gabriela Geraldi Mendonça, Jeferson Garcia Augusto, Pedro Miele Bonacim, Leonardo Sartori Menegatto, Flávia Fernanda Simili, Augusto Hauber Gameiro

Resumo


Os profissionais envolvidos nas cadeias de produção animal e vegetal se deparam com um cenário atual de contradições. De um lado, o aumento pela demanda de alimentos, de outro, as pressões sociais que questionam o modo como é conduzida a produção. Neste contexto, os sistemas integrados podem ser uma importante estratégia. A integração lavoura-pecuária (ILP) consiste na implantação de diferentes sistemas produtivos para a produção animal e vegetal na mesma área, em plantio consorciado, sequencial ou rotacional. Os benefícios mais divulgados em relação aos sistemas de ILP são os agronômicos ou produtivos, que são consequência da melhoria da qualidade do solo e maior controle de pragas. Contudo, para que os sistemas de ILP sejam adotados em escala comercial, representando de fato uma alternativa para a produção de alimentos, é necessário que a ciência aborde também questões econômicas e gerenciais envolvidas na adoção e manutenção dos sistemas de ILP.

Palavras-chave


planejamento agropecuário; produção de alimentos; sistemas alternativos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





A revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP
 
Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo
Rua Apeninos, 1088 - Paraíso
CEP 04104-021 - São Paulo - SP
Tel: (+55 11) 5908-4799
Fax: (+55 11) 5084-4907
 
comunicacao@crmvsp.gov.br
www.crmvsp.gov.br