Aspectos ultrassonográficos da glândula tireoide em equinos

Gustavo Fernandes Viana, Alessandre Hataka, José Nicolau Próspero Puoli Filho, Vânia Maria de Vasconcelos Machado

Resumo


Tireopatias em equinos são pouco relatadas na rotina clínica, pois apresentam evolução silenciosa, evidenciando-se quando há um considerável aumento de volume na região proximal ventrolateral do pescoço. Neoformações da tireoide podem comprometer estruturas adjacentes à glândula, como a traqueia, ocasionando estridor respiratório, intolerância ao exercício e, nos casos mais graves, sufocamento. Na medicina humana e veterinária de pequenos animais, o exame ultrassonográfico já é utilizado com frequência para melhor caracterizar alterações importantes em casos de doenças da glândula tireoide (GT). Entretanto, existem poucos estudos relacionados ao emprego da ultrassonografia (USG) como método de avaliação da GT em cavalos. Esta revisão de literatura tem como objetivo reunir informações sobre importância do uso da USG como recurso no diagnóstico de afecções tireodianas em equinos.

Palavras-chave


ultrassonografia; lobos tireoidianos; cavalo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Veterinária e Zootecnia
 
Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Campus Botucatu
Distrito de Ruibião Júnior, s/n
CEP 186818-970 - Botucatu - SP
Tel (+55 14) 3880-2094
Fax (+55 14) 3880-2042
 
vetzootecnia@fmvz.unesp.br