Carcinoma indiferenciado de pâncreas exócrino em cão: relato de caso

Sabrina Oliveira dos Santos, Priscila Pavini Cintra, Carlos Fonseca-Alves, Oscar Rodrigo Sierra Matiz, Geórgia Modé Magalhães, Ângelo de Sousa Jorge, Sabryna Gouveia Calanzans

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo descrever um caso de carcinoma de pâncreas exócrino em um paciente canino, macho, da raça Poodle de 10 anos de idade. A queixa principal foi de urina escura e ictericia. O animal apresentava sinais inespecíficos além de achados físicos inconclusivos. No ultrassom abdominal conseguiu-se observar um nódulo no corpo do pâncreas que foi confirmado na laparotomia exploratória. O diagnóstico foi feito por biopsia do tecido pancreático e marcação imuno-histoquímica. O tecido foi negativo para insulina, glucagon, somastatina e vimentina, e positivo para citoqueratina (AE1/AE2) e citoqueratina 19. O diagnóstico foi de carcinoma de pâncreas exócrino. O paciente desenvolveu uma resposta clínica desfavorável e foi a óbito após sete días da cirurgia. Na necropsia foi observada uma acentuada mudança estrutural no pâncreas como também evidencia de metástase em órgãos adjacentes não antes percebidos na laparotomia exploratória, demostrando assim, a agressividade deste tipo de tumor.

Palavras-chave


neoplasia; imuno-histoquímica; citoqueratina; metástase

Texto completo:

PDF (Español (España))

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Veterinária e Zootecnia
 
Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Campus Botucatu
Distrito de Ruibião Júnior, s/n
CEP 186818-970 - Botucatu - SP
Tel (+55 14) 3880-2094
Fax (+55 14) 3880-2042
 
vetzootecnia@fmvz.unesp.br