Associação dos quadros anatomopatológicos de colibacilose aviaria com genes de virulência de Escherichia coli

Ana Maria Souza Almeida, Angélica Ribeiro Araújo Leonídio, Maria Auxiliadora Andrade

Resumo


Escherichia coli patogênica para aves é responsável por infecções que contribuem com grandes perdas econômicas na indústria avícola. Esse patotipo pode determinar diversos quadros anatomopatológicos, com destaque para aerossaculites, hepatites, onfalites e pericardites. A manifestação de diferentes quadros anatomopatológicos em aves com colibacilose pode estar associada à presença de diferentes combinações de genes de virulência. Dentre os genes de virulência mais detectados em Escherichia coli patogênica para aves destacam-se as estruturas antigênicas (antígeno somático O, capsular K, fimbrial F e flagelares H), vat, colicina V, irp2, tsh, papC, iucD, iss e astA.A presença de determinadas combinações de genes de virulência conferem as cepas maior facilidade em sobreviver, aderir, colonizar e até mesmo de desenvolver quadros septicêmicos.


Palavras-chave


adesinas; aquisição de ferro; fimbrias; resistência ao soro; toxinas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Veterinária em Foco
 
Universidade Luterana do Brasil
Av. Farroupilha, 8001 - Prédio 14, sala 126
CEP: 92425-900 - Canoas, RS
Fone: (+55 34) 3218-2521
 
veterinariaemfoco@outlook.com
http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/veterinaria