Diferentes proporções e tamanhos de partículas de feno sobre o peso corporal, consumo, parâmetros fisiológicos e comportamento ingestivo de ovelhas

Gilberto de Lima Macedo Junior, Marina Elizabeth Barbosa Andrade, Érica Beatriz Schultz, Wendell Fernando Guimarães da Cruz, Luciano Fernandes Sousa, Nicolas Neves

Resumo


Avaliou-se a influência das diferentes proporções e tamanhos de partículas de feno sobre o peso corporal (PC), consumo de matéria seca (CMS), parâmetros fisiológicos e comportamento ingestivo de ovelhas. Foram utilizadas cinco ovelhas canuladas no rúmen, alojadas em gaiolas para ensaio de metabolismo em gaiolas com piso ripado. O experimento foi delineado em quadrado latino 5x5. A dieta era composta de farelo de milho e farelo de soja, premix mineral e feno de Uruchloa brizantha, Marandu cultivado e picado em dois tamanhos diferentes (dois ou dez milímetros) na proporção volumoso:concentrado de 30:70. Os cinco tratamentos foram: 100% de feno picado a 10 mm; 80% a 10 mm e 20% a 2 mm; 50% a 10 mm e 50% a 2 mm; 80% a 2 mm e 20% a 10 mm e 100% a 2 mm. Não houve diferença no PC, CMS, consumo de água (CH2O), CH2O/CMS, peso fecal, escore fecal e volume de urina. Não houve diferença sobre os movimentos ruminais, frequência respiratória, temperatura retal e do líquido ruminal (TLR). O horário de colheita alterou a TLR e o pH. Não foram observadas diferenças no comportamento ingestivo dos animais. A baixa qualidade da fibra e a alta quantidade de grãos podem ter sido determinantes para esses resultados.


Palavras-chave


densidade da urina; digestibilidade; frequência respiratória; movimentos ruminais; Ovis aries; ruminação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Veterinária Notícias
 
EDUFU - Editora da Universidade Federal de Uberlândia
Rua Ceara s/nº Bloco 2T – Campus Umuarama
CEP: 38400-902 - Uberlândia - MG
Fone: (+55 34) 3218-2521
 
vetnot@ufu.br
www.seer.ufu.br