Mastocitoma cutâneo em felino – relato de caso

Natália Lôres Lopes, André de Paula Peixoto, Thiago Souza Costa, Michel Alves da Silva, Dayane Caicó Colares Araújo, Tatiane Antonioli, Mariana Bezerra Mascarenhas, Julio Israel Fernandes

Resumo


O mastocitoma é descrito como a segunda neoplasia cutânea mais comum em felinos, porém no Brasil encontramos poucos relatos nessa espécie. O objetivo do estudo foi relatar um caso de mastocitoma cutâneo em um felino pelo curto brasileiro, macho, de oito anos, atendido no Setor de Dermatologia do Hospital Veterinário da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro que apresentava nódulo único, eritematoso, alopécico e ulcerado na região supraorbitária esquerda. O exame citológico revelou a presença de uma grande quantidade de mastócitos neoplásicos bem diferenciados. O animal foi encaminhado para a remoção cirúrgica do nódulo. O resultado histopatológico confirmou o diagnóstico de mastocitoma. Conclui-se que a citologia é uma importante ferramenta para o diagnóstico da neoplasia em felinos e que o procedimento cirúrgico é a terapia de eleição.

Palavras-chave


gato; neoplasia; citopatologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Veterinária Notícias
 
EDUFU - Editora da Universidade Federal de Uberlândia
Rua Ceara s/nº Bloco 2T – Campus Umuarama
CEP: 38400-902 - Uberlândia - MG
Fone: (+55 34) 3218-2521
 
vetnot@ufu.br
www.seer.ufu.br